A APEG chega hoje aos 46 anos de fundação após um ano de muitos desafios para todos, em todo o mundo. A pandemia do novo coronavírus transformou novas vidas dentro e fora de casa. E não foi diferente no âmbito institucional.

Em um 2020 histórico e trágico, a APEG, juntamente com a Anape, reorganizou sua forma de atuar em defesa da carreira e prerrogativas dos Procuradores do Estado, lançando mão de novas ferramentas de participação em atividades de interesse dos associados.

Foram vários os momentos de aprimoramento profissional proporcionados pelos eventos on-line promovidos pela Anape e associações estaduais. Os temas de maior interesse da classe estiveram presentes nos webinários realizados ao longo do ano, com participação expressiva dos Procuradores do Estado de Goiás.

Ao completar 46 anos de fundação, a APEG reafirma os compromissos de defender os princípios e garantias da advocacia pública, sua independência e autonomia e de representar a classe defendendo seus direitos, interesses, garantias, prerrogativas e reivindicações.

Fundada em janeiro de 1975, tendo sido declarada de utilidade pública pela Lei Estadual nº 8.285, de 3.8.1977 (DOE de 9.8.1977), a APEG passou por diversos contextos políticos, mas sempre manteve em sua essência a missão de valorizar a carreira de Procurador do Estado e a inerente defesa dos interesses do Estado.

Para este ano, está prevista a realização do V Congresso Regional de Procuradores de Estado da Região Centro-Oeste e Tocantins, nos dias 4 e 5 de março. O formato do evento e demais detalhes serão divulgados em breve, tendo em vista o cenário pandêmico ainda vivenciado no Estado e no Brasil.

Fonte: Assessoria de Comunicação da APEG | Ampli Comunicação

Voltar