A coluna Giro do jornal O Popular desta segunda-feira (26) traz fala do presidente da APEG, Claudiney Rocha, em resposta a manifestação na semana passada, na mesma coluna, do representante do Sindifisco, sobre a atuação dos Procuradores do Estado. Leia a íntegra da nota abaixo.

Dos procuradores
Em resposta ao presidente do Sindifisco, Paulo Sérgio, o presidente da Apeg, Claudiney Rocha, diz que os procuradores são duplamente sujeitos ao sigilo profissional, como servidores públicos e advogados. “Para desvios funcionais, cabe punição. Quando um auditor comete infração e é preso na forma da lei, isso não contamina a respeitável carreira do Fisco.”

Fonte: Assessoria de Comunicação da APEG | Ampli Comunicação (com informações do jornal O Popular)

Voltar